Eu poderia passar dias fazendo compras em Recife

Eu, Ale (a melhor gerente de qualidade do mundo), ex-chefito Fernando Pinheiro e Rodolfo Calil (o homem com quem mais aprendo palavras no mundo) fomos conhecer o Paço Alfândega, o shopping mais cultural do Brasil. Como ninguém tem tanto prazer quanto eu neste processo de ver lojinhas, pegar nos objetos e experimentar tudo, eu só comprei:

1. Duas camisetas da ótima marca arioca Cantão,
2. Dois tops da estilista Priscila Gomide + blusa/vestido azul royal que estou usando agora com um cinto verde e dourado da Schutz.
3. Bijoux divinas da ótima Diomári Diniz, dona da loja Conceito (nome mais que apropriado).

Indo ao Recife, não deixe de conhecer a loja Moda Nacional, uma multimarcas chiquérrima.

Voltei supertriste de não poder visitar o mercado no centro antigo, comprar uma rede, uma namoradeira, um vestido estampado... eu ainda hei de voltar!

5 comments:

Kelly® said...

e eu que achei que seus problemas se resolveriam com vc ganhando em dólar. mas que nada... sua ruína será ainda maior!

pobre albano.

Roberta Malta said...

A-m-o Cantão. Parada obrigatória sempre q vou ao Rio! beijo.

Anonymous said...

Pobre Albano não RICO ALBANO!!!
hehehehehe

Alexal said...

amo demais.. cantao, farm, espaco fashion etc!

cassia said...

como as coisas, felizmente evoluem, né? Lembra da viagem a Recife de busão grátis do DA, hospedagem apertadíssima no hotel mediano e compras e saídas mais que restritas no mercado? Sem falar na comida japonesa que pensávemos que seria paga pelo paquera (era da Kátia?) Saudades, mas prefiro te acompanhar em alto nível...
Bjs!